Nossa empresa não tem filiação com Órgãos Governamentais, trata-se de um Despachante de Visto e Passaporte.
Informamos que é possível realizar os trâmites pela fonte oficial, onde os formulários encontram-se disponíveis gratuitamente.

icone usa estrela

99%

DOS VISTOS APROVADOS

icone fone

(11) 3500 4595

icone Whats

(11) 9 7774 5187

Atendemos todo o Brasil

Notícia publicada em:

Notícia publicada em:

Atirador de Igreja nos EUA tinha sido condenado

Atirador de Igreja nos EUA tinha sido condenado por violência, mas conseguiu comprar armas de fogoAtirador de Igreja nos EUA tinha sido condenado por violência, mas conseguiu comprar armas de fogo

O atirador de Igreja nos EUA tinha um longo histórico de episódios violentos e até foi julgado por um tribunal militar sob o crime de violência doméstica. Apesar do histórico, Devin Kelly conseguiu comprar uma arma legalmente e realizar o ataque de domingo passado. 26 pessoas foram encontradas mortas.

Em 2012, Devin Kelly foi condenado por violência doméstica, depois de ter consecutivamente agredido sua esposa e o filho dela. De acordo com o The Guardian, jornal britânico, as agressões foram tão fortes que a criança chegou a estar em grande perigo.

A condenação foi feita naquele ano por um tribunal militar, por Kelley trabalhar na altura da base aérea de Holloman, no Novo México. Um porta-voz da força aérea americana admite que, por seus crimes, Kelley deveria ser proibido de comprar ou possuir qualquer tipo de armamento, porém não foi o que aconteceu.

Os fatos indicam que a força aérea dos Estados Unidos não inscreveu a condenação do atirador na base de dados, usada por vendedores de armas para confirmar se podem vender o aparato bélico a determinada pessoa.

Sem a base de dados corretamente atualizada, o alegado atirador de Sutherland Springs, conseguiu adquirir no ano passado uma espingarda automática que foi usada no ataque de domingo passado. Kelley teria assassinado as 26 pessoas, entre as quais estavam várias crianças, antes de as autoridades o encontrarem morto em seu carro junto a duas outras armas ilegalmente adquiridas.

A força aérea dos EUA já investiga o caso e pediu uma avaliação aos procedimentos através dos quais falharam em impedi-lo de adquirir os armamentos. Além de analisar o caso presente, a força aérea ainda vai investigar se há outros casos semelhantes. O ataque deste domingo foi o mais mortífero no Texas desde 1949.

Tire seu Visto Americano com a Visto Online Express!

Por Visto Online Express

Depoimentos

img botão seta